terça-feira, 29 de janeiro de 2013

A viagem!!!!


Vamos principiar pelo comeco: A viagem (nao, nao e aquela novela da Globo nao hehehehehe)

Nossa viagem teria 100% tranquila nao fosse por uma confusao que a TAM aprontou logo no embarque em Brasilia. Comprei a passagem uns 2 meses antes da viagem, conversei com atendentes de todos os lados (TAM e AirCA) pra me certificar de todos procedimentos que teriam que ser feitos pra viagem do Ze ... mas mesmo assim pra nossa surpresa, a TAM ainda conseguiu fazer confusao no dia da viagem - shame on you, motherfucker TAM!!

Os preparativos da viagem do Ze!

A 1a tarefa da viagem do Ze foi conseguir uma caixa boa pro tamanho que queriamos em Brasilia.
Caixas pequenas sao faceis de se encontrar, mas como queriamos uma grande o suficiente pra ele ficar treinando saltos ornamentais dentro da caixa, a tarefa nao foi nada facil. Por fim, acabamos comprando uma caixa exageradamente grande que cabiam uns 3 Zes la dentro
=P

Quanto a documentacao foi tudo muito tranquilo ... fomos no veterinario que sempre acompanhou o Ze (Oliver) e ele preparou o tal relatorio medico que e exigido pelo ministerio da agricultura pra emissao do CZI. Eles ja tem um modelo la entao essa parte foi muito facil. Ah, nao se esquecam de levar os cartoes de vacina atualizados.

Esse relatorio medico tem que ser emitido no maximo 3 dias antes da solicitacao do CZI ... e o CZI somente pode ser solicitado 8 dias (ou 10 dias, nao me lembro ao certo) antes da sua viagem. Pra emitir o CZI vc nao precisa levar seu animal. E so levar o relatorio medico junto com o cartao de vacinas na sala do ministerio da agricultura no proprio aeroporto. Tire copia de todos esses documentos e inclusive do passaporte do responsavel pelo animal.

No dia da viagem, alem da pesagem e conferencia das suas malas, vc tera que pagar 2 volumes extras (um para a caixa e um pro animal em si), alem de ter que apresentar toda a documentacao. Eis aqui a confusao com a TAM: desde o inicio fui informado por eles e pela AirCanada que eu teria que fazer esse procedimento uma unica vez no ato do embarque em Brasilia e que isso seria valido ate aqui na chegada em Quebec. No entanto no dia do embarque a TAM resolveu que eu teria que pagar uma taxa do trecho Brasilia - Guarulhos e que em Guarulhos eu teria que pagar uma nova taxa pra AirCanada. Depois de quase 2hrs parados no aeroporto esperando a TAM resolver isso, tivemos mesmo que pagar as taxas separadas e somente ai pudemos ir comer pra depois embarcar. MASSSSSSS, o estress com a TAM nao acabou ai ... eles nos falaram pra despachar o Ze uns 30min antes do embarque (pra ele ficar menos estressado) ... quando finalmente deu a hora do embarque, voltamos pra area de checkin pra entregar o Ze. Demos o remedinho que o veterinario recomendou (fernegan) e logo logo ele ja estava meio lento .. hehehehe. Corre gente pra la, corre gente pra ca e nada do tal despachante vir receber o Ze ... Ja preocupados com a hora do embarque fomos falar com a atendente da TAM que muito grossa falou: "nao sei porque vcs estao estressados. O voo nao vai sair sem voces. Deixa o cachorro ai que alguem depois vem buscar (disse ela apontando prum canto no corredor)". Como assim deixa o cachorro ai?? Vc deve ta louca, ne?? Fiquei muito puto e ate levantei a voz com ela (shame on me!!). No meio da confusao, finalmente chegou um senhor que se identificou como despachante e que iria levar o Ze pra gente (ufa!).

E claro que nessa hora de despedida da um no na garganta ... tinhamos medo de desabar nesse momento entao pedimos que poucas pessoas fossem no aeroporto. O ultimo tchauzinho olhando pra tras foi dolorido mas ao mesmo tempo uma mistura de alegria do inicio da nova etapa.

Ja no aviao evitamos de falar a respeito pq a Lu tava emocionada e nao queria chorar ... eu como sou muito macho e nao choro nunca (so lavo os olhos de dentro pra fora de vez em quando hehehehehehe) fiquei relativamente tranquilo depois de alguns instantes. Mas nao parava de pensar no Ze sozinho la embaixo (tadim do bichim). Logo que entramos ja encubi a chefe de cabine de verificar se o Ze tinha sido embarcado direitinho e se o capitao estava ciente do transporte do cachorro (afinal de contas e ele que controla e acompanha a climatizacao do compartimento de carga onde ele estaria).

Em SP la fomos nos pro desembarque pra buscar o Ze (as malas nao precisamos pegar pq so precisariamos de pega-las de novo em Toronto pra imigracao). Depois de alguns minutos daquela esteira girando, finalmente la vem a mansao do Ze e ele encolhidinho la dentro com cara de assustado (tadim do bichim de novo)!!!

Buscamos o Ze e fomos pro checkin da AirCanada pra trocar os bilhetes da TAM e pra verificar os tramites pro Ze. Como nosso voo chegou cedo em SP, tivemos que ficar algumas horas esperando ate que o guiche da AirCa abrisse. Enquanto isso, Ze desfilou por Guarulhos virando atracao .. .todo mundo que passava fazia aquele "aauunnnnn, que bunitiiimmmmmmm" heheheheheh. Na fila entao todo mundo queria passar a mao nele e brincar. Ja no guiche da AirCA veio a confirmacao: a TAM fez merda caquinha mesmo ... deveriam ter cobrado o embarque somente em Brasilia pelo trecho todo e nao quebrado como fizeram. Mas foda-se tudo bem, estamos indo embora mesmo, nao quero dor de cabeca.

Esperamos de novo a hora de despachar o Ze, demos mais uma dose (agora um pouco mais forte) do fernegan, o entregamos no guiche e fomos pro embarque.

Aqui vai um parentese pra nossa cara de pobres esfomeados: nosso bilhete Guarulhos - Toronto era de classe executiva pq conseguimos com um preco muito bom de milhas. Quando anunciaram que a prioridade de embarque era pros passageiros da classe executiva, la fomos nos pra posicao de embarque. So que a fila pro embarque estava enorme ... devia ter no minimo umas 40 pessoas ali na fila da  prioridade. Bem eu nunca tinha viajado de classe dos bacanas, mas eu ja imaginava que nao caberia aquele tanto de gente ali. Entao fui ate a guardete que confere os bilhetes pra perguntar se eu ja devia embarcar ou se era aquela fila mesmo. Dai perguntei:

Eu: moooooca, essa fila e pra classe executiva??
Ela (com cara de quem comeu e nao gostou): nao, e pra business class. Vc pode ir pro final da fila
Eu (com cara de cachorro que caiu do caminhao de mudanca) encolhi meu rabinho entre as pernas e fui la pro final.

De repente anunciam de novo: senhores passageiros da classe executiva e da fidelidade cor de diamante lapidada com esmeraldas nas bordas de ouro, favor apresentar-se ao embarque imediatamente. Voltei la na mocinha da cara de cheira peido e perguntei de novo se eu ja nao devia embarcar. 
Ela respondeu: "nao senhor, essa fila e pra passageiros da classe executiva e pra prioridades". 
Dai eu disse: "mas eu te falei que sou da classe executiva, pombas!!"
Ela com cara de quem ta com um caroco no dente: "deixa ver seu bilhete"
Dai quando mostrei ela disse: "ah sim, entao vc ja pode embarcar, seu pobre-que-viaja-na-primeira-classe-com-milhas" ... ta, ela nao disse essa ultima parte mas a cara dela disse ... hehehehhehe

Finalmene entramos num aviao ... eu que sempre estava acostumado com aquelas poltronas que o povo esfrega a bunda na sua cara pra passar no corredor ou pra guardar a mala em cima do bagageiro me senti no taj mahal dos avioes ... hehehehe. Falei de novo com a aeromoca sobre o Ze e felizmente tava tudo bem .. o bichinho ja estava devidamente acomodado e deitado com as patas pra cima dormindo na mansao dele la no bagageiro ... hehehehhee

Em Toronto foi tudo muito tranquilo .... como estavamos bem perto da saida do aviao, fomos um dos primeiros a chegar na imigracao. Nos apresentamos para o oficial de imigracao que foi extremamente simpatico, educado ... e curioso porque um goiano do interior e sua esposa (goiana do quadradim) estavam mudando pro gelido Quebec. .. hehehehe

Conversamos um bucado, apresentei a carta de confirmacao do residente permanente (essa vc tem que guardar as 7 chaves depois que esta aqui), passaporte, CSQ (nem lembro se precisou pra falar a verdade), perguntou sobre valores de dinheiro que estavamos trazendo e endereco onde ficariamos hospedados inicialmente (que e o mesmo endereco onde seriam enviados os PR-Cards). Minha sugestao: levem impressas as informacoes do endereco onde irao ficar, os extratos bancarios e se for um caso uma planilha contendo suas fontes de renda pro caso de pegar um oficial mais chato .. no nosso caso nao precisou.

Passado isso corremos pro desembarque pra pegar as malas (precisariamos delas pra passar na imigracao) e o mais importante: cade o Ze?? hehehehehe. Quando chegamos a area de bagagens, o Ze ja estava na salinha ao lado ainda confuso e curioso procurando a gente. La fomos nos mais uma vez na tarefa complicada de carregar as 5 malas, a caixa do Ze mais as 2 malinhas de mao que trouxemos. No meio do caminho ainda tivemos que esperar a boa vontade de uma veia que resolveu interditar o corredor pra olhar a rodinha da mala dela .. pffff .. essa figura vai aparecer de novo ja ja no proximo paragrafo.

Fomos entao pra sala da imigracao. Nos apresentei ao oficial como novos moradores e o informei que havia trago uma planilha com a declaracao de todos nossos bens pra facilitar as coisas. O cara tb foi muito simpatico e gostou de ver que tinhamos tudo organizado e nem quis olhar nada em nossas malas. Nesse meio tempo que ele estava lancando as informacoes no sistema a Lu fala baixinho comigo: "da so uma olhada no tanto de camisinha que essa mulher trouxe". Quando olhei pra tras, aquela imagem de farofeiro de beira de estrada. Lembra da veia interrompendo o corredor com a mala?? Pois e, ela caiu na triagem da alfandega e estava passando maus bocados pra se explicar. Sem exageiros devia ter pelo menos umas 50 camisinhas daquelas bem xexelentas em cima do balcao ... sacos de farinha, polvinho, feijao e no minimo umas 15 garrafas de guarana Jesus (isso mesmo, guarana Jesus e sem exageros na quantidade tambem). Atras dessa montanha de iguarias, um oficial extremamente nervoso querendo saber que diacho eram aquelas coisas .. a mulher nao sabia se explicar, menos ainda explicar que polvilho nao era cocaina ... hehehehehehe. Nao sei que fim levou a veia, mas a situacao ali estava no minimo complicada pra ela.

O oficial da imigracao ainda nos ajudou com as malas ate a saida e indicou que logo no corredor a esquerda existia um guiche da AirCanada e que eu poderia ja fazer o despacho das bagagens ali mesmo sem ter que ir ate la em cima. Fomos pro guiche, fomos brindados por mais uma boa surpresa: conseguimos antecipar nosso voo de 10:30h pras 8:30h e logo logo estavamos embarcando de novo. Nesse meio tempo, Ze conquistou novos fas por onde passava e fui com ele la fora pra ele dar aquela tradicional mijadinha na moita ... mas tava frio demais e acho que ele nao se amarrou muito com o choque termico ... hehehehhee

Ja embarcados no teco-teco que faz Toronto-Quebec, como de costume, conferi com o aeromoco se o embarque do Ze estava tranquilo e logo vi pela janela ele sendo colocado dentro do aviao. 50 min depois estavamos descendo na nossa nova cidade ... aqui, mais uma vez os despachantes foram muito atenciosos com o Ze e logo buscaram ele no aviao pra gente.

Nos encontramos com nossos amigos que ficaram de nos buscar e finalmente chegamos na casa do outro casal de amigos que nos acolheu nos primeiros dias.

Corrido, um pouco tumultuado, mas mais que tudo muito emocionante ... frequentemente me pego me lembrando desse dia, dessa fase e hoje ja bate uma nostalgia gostosa dessa viagem.

Em breve posto mais coisas.

A bientot,
Marcos

5 comentários:

  1. Geeeeente!!!!
    Que bom ter notícias!!!
    Adorei o relato da viagem, deu um friozinha na barriga, mas amei o conselho no final. Realmente, vamos ter até nostalgia desse dia de aventuras, vou procurar curtir ao invés de só chorar e me estressar!!
    A saga da viagem do Zé foi intensa, mas acho que não poderei aproveitar muito para o Ozzy e a Maia, conosco vai ser um pouco diferente. Vamos pela Copa, e as regras é que animais com menos de 9kg, só viajam na cabine! Sem conversa! Tivemos que comprar as bolsas para transportá-los e ainda estou bastante preocupada com o comportamento deles lá dentro. Estou pesquisando o que poderemos dar para não miarem a viagem inteira. Agora estou tentando vender as duas caixinhas que compramos! Se souber de mais alguém que está indo com bichinho, divulga aí, please!
    EStou super feliz de saber que no fim deu tudo certo, apesar da mulher cheira peido, kkkkkk!!!
    Vou escrever detalhando como foi tudo em breve também!!!
    Um abração,
    Vivs

    ResponderExcluir
  2. Minha esposa, eu e nosso belo bichinho frise Bob, também fizemos uma excelente viagem. Chegamos no dia 14 de janeiro. Engraçado que a TAM, tb pregou uma pegadinha na gente. Nada mais do que na hora de sair de casa, recebemos uma ligação que a reserva do Bob, não fora confirmada. Como assim? E a passagem impressa confirmando o embarque dele??? Pois bem...No Santos Dumont, nova pegadinha. Agora não está confirmada na Air Canadá!!! Embarcados assim mesmo... Chegando no guiche daAC, tudo em ordem, ou seja, a falta de organização eh da RAMO mesmo... Bob se comportou como um lord na viagem, claro, nao sem antes a ajuda de um maracugina canino. No trecho SP TO,literalmente apagou.

    ResponderExcluir
  3. Quando eu viajava com meus caezinhos, o CZI tinha que ser até 3 dias antes da viagem.

    Adorei o relato da aventura!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o relato, temos um ze que nos acompanhara na viagem tambem. Ja li vatios relatos ruins em relacao a Tam tambem. Por enquanto pra mim, resta esperar ja contando 1 ano de federal.

    ResponderExcluir
  5. Oi! Gostaríamos de saber mais. Conte a sua experiência. Se der entre em contato com a gente! Estamos indo em 2016 para Vancouver ou Toronto. Queremos ouvir mais pessoas que estão aí...

    blog Olá Canadá!
    Abraços,
    Dan e Jo

    ResponderExcluir